Página InicialTextos EspíritasQuando eu partir

495 visualizações

Quando eu partir

maio 4, 2014

Penso que quando eu partir, ocorrerão grandes emoções. Uns ficarão tristes, outros saudosos, e até creio que terão aqueles que ficarão aliviados (!!!), mas a emoção ficará no peito daqueles que me conheceram.

Queria só deixar registrado aqui o meu amor pela vida, e por todas as pessoas que já convivi, e principalmente por aquelas que me dedicam sua caridade nos dias atuais.

Como creio piamente que logo estarei de volta, penso que a separação do dia que eu partir será mais uma dentre as várias que já ocorreram, e fico cá pensando:

Já imaginou quantos queridos eu terei a oportunidade de rever, chegando do lado de lá? Eu espero que seja uma grande festa, pois terei cumprido minha missão. me lembro de amigos queridos e familiares que já estão no mundo maior, e desejo muito que minha adaptação seja agradável e com alegria.

Os que aqui ficarão, tenham uma certeza: Um dia iremos nos encontrar novamente.

Planejaremos convivências, acordos fraternais dos mais diversos…ocuparemo-nos muito ainda uns com os outros, nesta constante labuta da vida, para aprimorarmos nosso trato moral e afetuoso.

Quando eu partir, vai ser um novo recomeço. Será aberta diante de mim uma nova oportunidade, e já me programo pra entender que ela é sempre muito salutar.

Quando eu partir, quero ver todo mundo sorrir, pelo entendimento de que somos todos imortais….quero que pensem: “O Oceander se foi, mas que bom foi tê-lo aqui conosco…espero logo estarmos juntos novamente.”

E gostaria que ninguém pensasse “Puxa, que pena….ele foi condenado ao dissabor da morte, ah, como Deus foi injusto, que ruim ele ter partido”.

Sei que é meio chocante ainda para a maioria de nós falar sobre este processo de separação momentânea a qual denominamos “morte”, ou desencarnação. Mas é necessário que mudemos este parâmetro, pois uma das coisas mais maravilhosas que pode partir de nós é o entendimento de que existe um “Comandante” Maior, que a tudo coordena com perfeita maestria, mudando as peças do tabuleiro com extrema bondade, nos ofertando grande oportunidade de evoluirmos.

Portanto, meus irmãos, quando eu partir, eu gostaria que todos vocês se lembrassem disso tudo dito acima. Gostaria de que vocês jamais se esquecessem de mim em suas orações, e pensassem:

“Partiu um guerreiro, que mesmo com suas várias imperfeições, tentou até o fim aprender algo de bom. Vá em paz, meu irmão!”.

Espero que isto ocorra dentro ainda de muito tempo, mas deixo aqui registrado o meu entendimento em relação à este processo de separação que é temporário, e serve também como aprendizado ao “bicho homem”, que só resolve amar seus companheiros depois que eles partiram.

Amo cada uma das pessoas que eu tenho a oportunidade de falar, encontrar, abraçar, telefonar, e comunicar-me de maneira geral. Agradeço à cada um de vocês por me proporcionarem tantos aprendizados com tudo que me oferecem, seja um sorriso, ou ma repreensão.

Quando eu partir, levarei comigo um pouquinho de cada um. Eis-me! Um grandioso quebra cabeças, feito com uma parte de cada um daqueles que passaram e passam por mim.

Oceander

quando eu partir

Oceander Veschi
Oceander Veschi

Fisioterapeuta e eterno aprendiz de Jesus. Trabalha na divulgação da doutrina espírita e em diversas frentes de serviço na Associação Espírita à Caminho da Luz (AELUZ) em São José do Rio Preto - SP.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como