Página InicialTextos EspíritasCom a visão do Bem

164 visualizações

Com a visão do Bem

agosto 19, 2015

francisco_rebouças

Quando nos defrontarmos com qualquer ocorrência menos feliz, onde o mal aparentemente domine a situação, procuremos ver o bem que permanece vivo por traz do referido episódio, esperando para também ser consolidado.

Muitos daqueles que já ouvimos falar através da história e que escreveram suas páginas de dominação, hipocrisia, violência etc., quando em verdade foram trazidos ao campo das provas com o objetivo de crescimento interior e para ajudarem seus semelhantes a removerem ou diminuírem suas dívidas com a Lei maior, fracassaram em suas missões pelo mau hábito de se fixarem nas trevas do egocentrismo, com o esquecimento das obrigações que assumiram no plano espiritual no intuito de percorrerem seus caminhos refazendo o que outrora desfizeram, construindo o que anteriormente destruíram.

Dessa forma, antes de opinar sobre esse ou aquele acontecimento, pensa que a sabedoria Divina está atenta a tudo e nada ocorre sem a permissão de Deus com o fito único de aperfeiçoamento dos envolvidos em tais situações passageiras. Que dizer daquele que, a pretexto de apagar um incêndio, atirasse combustível à fogueira?

“Nem todos conseguem, de improviso, realizar feitos heroicos ou desfrutar encargos de grande elevação, como sejam: apresentar uma vida sem erros; dirigir sabiamente a comunidade; ser um gênio na sublimação da inteligência; conservar equilíbrio invulnerável, a ponto de ser um modelo acabado de virtude; dispor de fortuna para garantir a beneficência; ou manejar o poder para a felicidade geral.

Mas todos podemos, seja onde for,  dizer a boa palavra,  esboçar o gesto de simpatia,   estimular  a  cooperação  fraternal, abençoar  com  a  prece  e  auxiliar  pelo  prazer de servir .

Em resumo, nem todos estamos habilitados, de pronto, a desempenhar as funções da lâmpada perfeita do Eterno Bem, cuja  luz remove as trevas do mal; entretanto, cada um de nós, onde esteja, pode e deve ser um pequenino raio de amor ou luz!”. (1)

Sempre que  as circunstâncias nos colocarem no tribunal da observação de algum quadro de sofrimento ou desequilíbrio, deixemos que a pureza da fé positiva nos ventile a cabeça e certamente nos surpreenderemos com o novo aspecto que nos surgirá na mente, propiciando-nos ensejo de visualizar uma melhor maneira para participar de forma a ajudar positivamente, como e quanto for possível.

Se uma notícia inquietante chega ao nosso conhecimento, descerremos as portas da alma à inspiração divina do otimismo e encontraremos logo a chave destinada à solução dos casos mais aflitivos, pois os amigos do plano Divino estarão junto de nós para socorrer-nos; se um amigo nos impõe decepções e pesares, recordemos que o doente é quem precisa de médico, como nos asseverou Jesus, e procuremos uma forma de lhe ser útil, ajudando-o a reduzir sua enfermidade ou até suprimi-la e não lhes pioremos as angústias que o atormentam com frases sombrias ou agressivas.

Importante lembrar que, pessimismo e azedume só sevem para transformar pequeninos contratempos em grandes tragédias. Não progrediremos nem nos aperfeiçoaremos sem o contato social, que nos impõe o convívio com nossos semelhantes tão necessitados de compreensão quanto nós próprios.

Precisamos entender que não só precisamos saber viver, mas também saber conviver. No mecanismo das relações humanas, necessitamos todos do óleo da paciência e do auxílio, pois o aprendizado evolutivo não dispensa o aprendiz do trabalho da análise cuidadosa e honesta dos acontecimentos à sua volta.

Assim sendo, se já despertamos para as responsabilidades que temos de construir e elevar, é prudente aprender a ver e raciocinar positivamente na construção do bem comum e o Senhor nos permitirá identificar o mal, não para que analisemos sob a ótica do pessimismo ou da revolta usando as mesmas armas do homem velho, e sim para que colaboremos com ele na eliminação das sombras  em benefício da luz.

Francisco Rebouças

Bibliografia:
1 – Xavier, Francisco Cândido, pelo Espírito Albino Teixeira – livro: Aulas da Vida, Cap. Na Seara de Luz.

Nota do editor:
Imagem em destaque disponível em <http://www.superpagina.com.br/campo_florido/>. Acesso em: 18AGO2015.

Francisco Rebouças
Francisco Rebouças

Pós-Graduado em Administração de Recursos Humanos, Professor, Escritor, Articulista de diversos veículos de divulgação espírita no Brasil, Expositor Espírita, criador do programa: "O Espiritismo Ensina".

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como