Página InicialTextos EspíritasVida correta é plantação de alegria!

628 visualizações

Vida correta é plantação de alegria!

março 9, 2016

francisco_rebouçasPorque qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas qualquer que perder a sua vida por amor de mim e do Evangelho, esse se salvará”. – Jesus ( Marcos: 8 – 35 )

Precisamos ter a sincera boa vontade para realizar os necessários esforços na procura de compreender para vivenciar de forma positiva a grandeza oculta do ensinamento do Cristo contido em seu Evangelho, levando em conta algumas considerações especiais no círculo de nossa própria individualidade.

Faz-se preciso pensar com equilíbrio sobre o que para nós significa a conquista de uma propriedade legítima na vida, para que de fato, os patrimônios materiais, as paisagens exteriores, e todos os demais benefícios que são ofertadas pela Soberana Sabedoria do Universo, verdadeiramente nos possam trazer proveito, perante as Soberanas e imutáveis Leis que regem os destinos de todos os filhos de Deus na Terra.

Á medida que o homem se esclarece fica muito mais consciente da transitoriedade do palco em que se movimenta nos caminhos do mundo, reconhecendo a si mesmo como usufrutuário dos dons e dos bens que em verdade já reconhece que pertencem a Deus, e que até mesmo seu invólucro carnal não lhe pertence em sentido absoluto.

Passados dois mil e quinze anos da estada de Jesus em nosso planeta, e com o advento do Consolador prometido por ELE, podemos entender que o Mestre não aludia à Vida Universal, criação do Pai Eterno, mas à vida estreita de expressões caprichosas que o homem equivocado e egoísta inventou para si próprio, na Terra.  Pois sabe que estamos na Terra para progredir e que os bens são ferramentas necessárias para nos proporcionarem esse progresso, se bem utilizados. Tanto é verdade, que se refere à sua Vida e não à nossa vida, quando nos afirmava: “meu Reino não é deste mundo”.

O homem materialista que deseja equivocadamente realizar seus caprichos de conquistas de poder, vantagens materiais, títulos e tudo mais o que garanta respeito, destaque, e favores mesmos que com finalidades criminosas, estará se distanciando da oportunidade de elevar-se aos domínios da Sublimação Espiritual, edificando criações menos dignas no processo evolutivo e levantando barreiras para o recebimento das Inspirações Superiores.

Cuidar do corpo e do espírito

  • “Consistirá na maceração do corpo a perfeição moral? Para resolver essa questão, apoiar-me-ei em princípios elementares e começarei por demonstrar a necessidade de cuidar-se do corpo que, segundo as alternativas de saúde e de enfermidade, influi de maneira muito importante sobre a alma, que cumpre se considere cativa da carne. Para que essa prisioneira viva, se expanda e chegue mesmo a conceber as ilusões da liberdade, tem o corpo de estar são, disposto, forte. Façamos uma comparação: Eis se acham ambos em perfeito estado; que devem fazer para manter o equilíbrio entre as suas aptidões e as suas necessidades tão diferentes? Inevitável parece a luta entre os dois e difícil achar-se o segredo de como chegarem a equilíbrio.
  • Dois sistemas se defrontam: o dos ascetas, que tem por base o aniquilamento do corpo, e o dos materialistas, que se baseia no rebaixamento da alma. Duas violências quase tão insensatas uma quanto a outra. Ao lado desses dois grandes partidos, formiga a numerosa tribo dos indiferentes que, sem convicção e sem paixão, são mornos no amar e econômicos no gozar. Onde, então, a sabedoria? Onde, então, a ciência de viver? Em parte alguma; e o grande problema ficaria sem solução, se o Espiritismo não viesse em auxílio dos pesquisadores, demonstrando-lhes as relações que existem entre o corpo e a alma e dizendo-lhes que, por se acharem em dependência mútua, importa cuidar de ambos. Amai, pois, a vossa alma, porém, cuidai igualmente do vosso corpo, instrumento daquela. Desatender as necessidades que a própria Natureza indica, é desatender a lei de Deus. Não castigueis o corpo pelas faltas que o vosso livre-arbítrio o induziu a cometer e pelas quais é ele tão responsável quanto o cavalo mal dirigido, pelos acidentes que causa.
  • Sereis, porventura, mais perfeitos se, martirizando o corpo, não vos tornardes menos egoístas, nem menos orgulhosos e mais caritativos para com o vosso próximo? Não, a perfeição não está nisso: está toda nas reformas por que fizerdes passar o vosso Espírito. Dobrai-o, submetei-o, humilhai-o, mortificai-o: esse o meio de o tornardes dócil à vontade de Deus e o único de alcançardes a perfeição. Jorge, Espírito Protetor. (Paris, l863.)” (1)

Desde sempre a Mensagem Divina flui incessantemente para os nossos corações, mas a grande maioria da humanidade está procurando defender certas construções indesejáveis nos caminhos da viciação, do dinheiro, da sexualidade, colhendo mais tarde como resultado de suas próprias escolhas os dissabores, as dores e o arrependimento para constatar definitivamente que enquanto perdurar semelhante atitude mental, é impossível que o Homem se identifique com a nobreza e grandeza de sua destinação Espiritual.

Dessa forma, chega ele finalmente à triste conclusão de que é possuidor de vasta riqueza material, mas que infelizmente não lhe trouxe a felicidade que esperava desfrutar, pois, permanece como antes em grandes padecimentos na esfera das afeições desviadas, da mente conturbada e do vazio que suas conquistas materiais não lhe souberam preencher, para só então certificar-se de que precisa afeiçoar-se às lições e exemplos deixados por Jesus, pois só assim o homem poderá tornar-se uma Estrela para conquistar seu lugar nas vastidões do Céu, como ELE nos havia alertado: “Ninguém vai ao Pai senão por mim”.

Francisco Rebouças

Bibliografia:
1 – Kardec, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo. FEB, 112ª edição – Cap. IVV, item 11.

Nota do editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em
<http://www.norters.com.br/site/?page=post&id=25646-Clima-prejudica-plantio-de-trigo-no-Rio-Grande-do-Sul>. Acesso em: 08MAR2016.

Francisco Rebouças
Francisco Rebouças

Pós-Graduado em Administração de Recursos Humanos, Professor, Escritor, Articulista de diversos veículos de divulgação espírita no Brasil, Expositor Espírita, criador do programa: "O Espiritismo Ensina".

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como