145 visualizações

Ser a Luz do Mundo

agosto 19, 2017

Ainda não conseguimos assimilar de verdade a importância que Jesus Cristo nos concedeu, ao afirmar que somos “a luz do mundo.”

Caso houvéssemos captado todo o sentido dessa expressão, com certeza não estaria o mundo envolto em sombras como ainda se acha, pois cada um trataria de fazer brilhar seus próprios recursos, e a Terra viajaria pelos céus afora imersa em majestosa claridade emanada de seus moradores.

Se tivéssemos entendido de fato a fala do Mestre Galileu, estaríamos utilizando a nossa luz individual para desfazer aos poucos a treva do analfabetismo, que gera a treva da impossibilidade de soletrar o mundo e identificá-lo, a fim de que jamais a ignorância fosse usada por pessoas que vivem na sombra do egoísmo, desejosas de tirar proveito das incapacidades alheias.

Se tivéssemos compreendido mesmo o significado do ensino do Nazareno, estaríamos na maior união da nossa claridade pessoal, de modo a eliminar do planeta a sombra da agressividade mal direcionada, que produz a sombra da violência que se desenvolve na intimidade da criatura e desata más palavras, gestos infelizes, atos desprezíveis, que culminam muitas vezes em homicídio e suicídio.

Sempre que não valorizamos os ensinamentos do Celeste Amigo, as consequências são desastrosas para o nosso caminho humano.

Se já tivéssemos alcançado a dimensão do que o Cristo nos quis dizer, ao nos considerar como luz para o mundo, estaríamos em plenos esforços para que o clarão unificado das nossas almas pudesse eliminar gradualmente das nossas sociedades a sombra da mentira, que produz a sombra do cinismo e leva uns a explorar outros, em regime de escravidão sentimental, conjugal, profissional, religiosa e social, valendo-se da sombra da ingenuidade e dos medos demoradamente represados n’alma.

Quando Jesus Cristo emitiu esse mavioso cântico de valorização do Seu rebanho aturdido na Terra, esperava que nos agarrássemos a esse incentivo e tratássemos de fazer com que pudéssemos confirmá-lo. Mas, que pena! É baixo ainda o número dos que o levaram a sério e que se esforçam por projetar em derredor, mesmo que não passasse de bruxuleios de boa vontade ou de curtos raios de amor.

Vós sois a luz do mundo!

Fortalece-nos, Senhor, para que consigamos demonstrar a nós mesmos que não te enganaste a nosso respeito.

Psicografia de Raul Teixeira pelo espírito Benedita Maria.

Livro Todos precisam de paz na alma.

Raul Teixeira
Raul Teixeira

Natural da cidade de Niterói (RJ), Raul Teixeira é licenciado em Física, Mestre e Doutor em Educação. Professor aposentado da Universidade Federal Fluminense. É um dos fundadores da Sociedade Espírita Fraternidade, localizada em Niterói (RJ).
A instituição mantém uma obra de Assistência Social Espírita denominada "Remanso Fraterno", que atende a crianças e família socialmente carentes, apoiando-as no seu soerguimento material e espiritual.
Conferencista dos mais requisitados no Brasil e no Exterior, já levou a mensagem espírita a 45 países, tendo servido como médium na recepção de 35 livros, publicados pela Editora Fráter.
Há 37 anos Raul Teixeira visita o Paraná, trazendo sua palavra de orientação e lucidez.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como