Página InicialTextos EspíritasOs Pródigos

475 visualizações

Os Pródigos

abril 23, 2020

Quantos de nós levam a vida sem nos preocupar com o desgaste desnecessário e mal empregado do saber? Do tempo? Da saúde? E o mais importante, das oportunidades? Quando analisamos a passagem do filho pródigo, a nossa visão estreita, aponta nosso olhar apenas na dissipação dos bens materiais, mas não é exatamente isso que Jesus tenta nos ensinar.

Através deste ensinamento, o Mestre vai mais a fundo e demonstra a quantidade de recursos recebidos diariamente do alto e o constante desperdício aplicado nos festins do mundo. As atenções estão direcionadas para a construção e exortação do intelecto, mas escondemos a necessidade de olhar para os sentimentos interiores, diante do aspecto moral e espiritual.

Admiramos a prática de atitudes modestas, mas não achamos espaço para a simplicidade nas práticas diárias.  Assim somos nós, filhos pródigos, desperdiçando todos os recursos recebidos do alto, oportunidade de crescimento que experimentando o vago tropel de paz interior retorna ao pai em busca de abrigo temporário, mas, ao amanhecer recebe novamente os recursos fraternais e abandona mais uma vez o carinho divino.

Se refletíssemos mais sensatamente, reconheceríamos o conteúdo de serviço que cada dia nos oferece e saberíamos vigiar, com acentuado valor, os patrimônios adquiridos, sem perder de vista as possibilidades pequeninas que nos visitam nos segundos de cada hora.

Contudo, diante da lei natural, chegará o dia em que seremos surpreendidos pela angustia e observaremos a vida com os olhos do coração. Até lá, a alegria será apenas o interesse imediatista e a paz será apenas a sensação passageira de bem-estar. Reflitamos às páginas diárias da vida e façamos valer àquelas que fornecem elevação, pois não precisamos das que nos figuram destaques, mas sim, daquelas que nos façam melhores.

Que ninguém se engane, toda obra honesta e generosa repercute nos planos mais altos, assim, haverá o dia que despertaremos para as oportunidades valiosas em torno da vida. Porquanto, importa trabalhar, conhecer-se, iluminar-se e atender aos ensinamentos de Jesus, pois somente Ele é capaz de nos conduzir ao permanente e imperecível divino amor.

Leonardo Arruda

Nota do editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <http://2op.com.br/blog/2015/10/07/gentileza-a-arte-de-vender-com-excelencia/>. Acesso em: 21ABR2020.

Leonardo Arruda
Leonardo Arruda

Colaborador do Agenda Espírita Brasil, expositor espírita, dirigente no Centro espírita Luz e Caridade (Limeira / SP), membro do Núcleo de Estudos e Pesquisa do Evangelho de Limeira.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como