540 visualizações

Miseráveis

janeiro 6, 2022

Muita gente já viu o filme Os Miseráveis, da obra prima de Victor Hugo. Que filme! E que pérola do cinema, no musical da Broadway.

A história se passa em plena Revolução Francesa do século XIX. Jean Valjean (Hugh Jackman) rouba um pão para alimentar a irmã mais nova e acaba sendo preso por isso. Solto tempos depois, ele tentará recomeçar sua vida e se redimir. Ao mesmo tempo em que tenta fugir da perseguição do inspetor Javert (Russell Crowe). Sendo no gênero musical, os diálogos são cantados pelos personagens, mas a história é linda, as músicas envolventes e impactantes, no estilo forte. Com 157 minutos de duração, foi produzido em 2012 e estreou em 2013, recebendo várias premiações.

A cena final é emocionante demais e desperta sentimentos incomparáveis, principalmente por realçar a imortalidade da alma e o amor que une os seres humanos, especialmente o amor de verdade, aquele que compreende e ampara como é o caso da história, cuja postura de um padre foi capaz de mudar a vida de um homem. Ao mesmo tempo a personagem beneficiada pela ação deste homem que mudou a própria vida, vem recebê-lo nos portais da imortalidade. Muito comovedor. Levou-me às lágrimas por pensar o quanto é importante que tais ideias sejam espalhadas pelo coração humano.

Num ano difícil como esse, em variados aspectos, a inspirada história é mesmo um alimentar de esperanças, um toque à renovação humana. Veja o filme novamente, recomendo-te, para que seu ano termine inspirado pela fé, iniciando o próximo com o coração renovado de esperanças. Feliz Ano Novo!

Orson Peter Carrara

Nota do Editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://www.tanaminharota.com.br/historia-e-cultura/musical-os-miseraveis/>. Acesso em: 06JAN2022.

Orson Peter Carrara
Orson Peter Carrara

Expositor espírita, tem percorrido muitas cidades do Estado de São Paulo e já esteve na maioria dos estados do país, por várias vezes, para tarefas de divulgação espírita. Articulista da imprensa espírita, tem colaborado com diversos órgãos da imprensa espírita, entre revistas, sites e jornais do país, além de boletins regionais, no país e no exterior. Autor de treze livros, seus textos caracterizam-se pela objetividade e linguagem acessível a qualquer leitor, estando disponibilizados em vários sites de divulgação espírita.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue o cartaz do seu evento espírita.

Clique aqui