Página InicialTextos EspíritasNão há charlatanismo desinteressado

84 visualizações

Não há charlatanismo desinteressado

março 13, 2022

No magnífico texto Médiuns Curadores – constante da REVISTA ESPÍRITA, edição de janeiro de 1864, Allan Kardec faz essa afirmação, usando-a como argumento muito bem dirigido de que o desinteresse absoluto, material e moral, é a melhor garantia de sinceridade. Isso porque o charlatanismo não deixará de tentar explorar em próprio também a faculdade mediúnica de cura. Conforme suas considerações, ela, a mediunidade de cura “exige imperiosamente o concurso dos Espíritos superiores, e esse concurso não pode ser adquirido pelo charlatanismo”.

Resta-nos, como beneficiários ou estudiosos do assunto, analisar bem como se apresenta um desinteresse absoluto, material e moral, para não cairmos na exploração de médiuns inescrupulosos que visam antes o interesse pessoal. A própria significação da palavra charlatanismo já indica: exploração da credulidade pública, inculcando ou anunciando cura por meio secreto ou infalível. Ressalte-se que referida exploração não é exclusiva ao aspecto dos lucros financeiros, mas pode estar também na ganância da autopromoção ou na vaidade da evidência ou projeção social para interesses que nem sempre suspeitamos.

O texto de Kardec, constante da fonte acima citada, é um primor, que indico ao leitor, onde está também uma carta endereçada a Kardec (que classifica com um dos numerosos exemplos de reformas morais que o Espiritismo pode operar), cuja leitura resultou em duas comunicações de muito proveito para o estudo do assunto. Não deixe de conhecer.

Orson Peter Carrara

Nota do Editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://www.kardecriopreto.com.br/nao-ha-charlatanismo-desinteressado/>. Acesso em: 11MAR2022. 

Orson Peter Carrara
Orson Peter Carrara

Expositor espírita, tem percorrido muitas cidades do Estado de São Paulo e já esteve na maioria dos estados do país, por várias vezes, para tarefas de divulgação espírita. Articulista da imprensa espírita, tem colaborado com diversos órgãos da imprensa espírita, entre revistas, sites e jornais do país, além de boletins regionais, no país e no exterior. Autor de treze livros, seus textos caracterizam-se pela objetividade e linguagem acessível a qualquer leitor, estando disponibilizados em vários sites de divulgação espírita.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como