Página InicialTextos EspíritasPor que o mundo não regenera?

468 visualizações

Por que o mundo não regenera?

agosto 22, 2022

Em O Livro dos Espíritos, pilar central do Espiritismo, os emissários espirituais trouxeram informações sobre o impreterível progresso dos mundos e das humanidades que os habita.

À pergunta 1019 da obra de Allan Kardec, os espíritos respondem que “predita foi a transformação da Humanidade” e que “essa transformação se verificará por meio da encarnação de Espíritos melhores, que constituirão na Terra uma geração nova”. Também explicam que após o processo da morte física, a desencarnação, “os que tentem deter a marcha das coisas serão daí excluídos” e “irão para mundos novos, menos adiantados”.

Em outras palavras, desde o século XIX – mais especificamente 1857, fomos alertados a respeito da aceleração do processo evolutivo do planeta Terra e de sua humanidade, o qual ocorre com o aumento das reencarnações de almas boas, enquanto as almas endurecidas que nela ainda residem e permanecem resistentes ao progresso moral serão transferidas, após sua desencarnação, para mundos mais atrasados onde, com sua inteligência já desenvolvida, poderão contribuir para o progresso enquanto desenvolvem as próprias virtudes.

Entretanto, transcorreram 165 anos desde essa mensagem e ainda vivemos num mundo tumultuado onde o mal parece predominar. Porque o mundo ainda não regenerou, é o que muitos se perguntam. A resposta é que ele está regenerando.

Quando Jesus esteve encarnado entre nós há mais de 2 mil anos, dentre tantas lições que deixou uma é especialmente pertinente nesses tempos modernos, a parábola do joio e do trigo. Ela diz, em suma, sobre sementes boas e más misturadas em meio a uma plantação. Ao invés do joio ser arrancado ainda em fase tenra, o dono das terras semeadas ordenou que deixassem-no frutificarem junto ao trigo, pois antes disso são ervas muito parecidas. Assim o fazendo se evitaria que o alimento fosse arrancado como fosse mato.

Se refletirmos sobre o momento planetário previsto, de transformação regeneradora, e avaliarmos a situação do mundo, perceberemos que estamos no tempo de seleção dos espíritos que, bem intencionados, poderão seguir encarnando na Terra, enquanto os que permanecem reincidentes no erro são convocados para evoluírem em mundos inferiores nos quais seu progresso acontecerá junto com o meio que passarão a auxiliar. De fato, todos estão mostrando quem são: caráter, ambições, atos, palavras, tudo os expõe abertamente a Deus e aos homens. Não haverá engano. Ninguém será julgado como joio sem que o seja. E ninguém será confundido com trigo, se não o for.

O processo de regeneração começou faz tempo e felizes de nós que estamos encarnados na escola da vida física para provar nossos valores. “Vigiai e orai”, disse o Cristo. Essa conduta nos ajudará muito a não tropeçar gravemente.

Os tumultos e o acirramento das dificuldades de toda espécie são apenas o resultado do aumento da luz planetária. Quando a luz aumenta, a sujeira mais escondida aparece. Não se assuste, não desperdice tempo julgando os outros, avalie a si mesmo. Trabalhar pelo próprio progresso é fazê-lo pelo progresso de todos. As bençãos de Deus são promissoras para os habitantes do mundo regenerado em que a Terra está se convertendo.

Vania Mugnato de Vasconcelos

Nota do editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://estiloadoracao.com/parabola-do-joio-e-do-trigo/>. Acesso em 22AGO2022.

Vania Mugnato de Vasconcelos
Vania Mugnato de Vasconcelos

Advogada, Bacharel em Serviço Social, pós-graduada em Recursos Humanos. Casada, mãe, espírita desde os 12 anos de idade, palestrante em vários centros no interior de São Paulo. Trabalhadora do CE João Batista de Jundiaí – SP, atua na casa como palestrante e Coordenadora do Grupo de Pais. Discípula de Jesus pela Aliança Espírita Evangélica do ABC, é oradora em casas espíritas vinculadas à USE Regional Jundiaí. Também é oradora em seminários realizados pelo Instituto Chico Xavier de Itu, em parceria com outros trabalhadores da seara espírita. Articulista espírita em redes sociais, jornais e blogs, seus textos e poemas estão disponíveis ao público na internet, bem como possui canal de vídeos no Youtube contendo palestras e estudos espíritas.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como