430 visualizações

Reflexões – O que vem primeiro

agosto 25, 2022

Somos frágeis, essa é a nossa marca no mundo em que habitamos.

Não há um ser humano que não esteja lutando espiritualmente com algo que necessita modificar urgentemente.

Quando sofremos temos uma tendência comum de procurar em alguma coisa fora de nós, no destino, nos outros e até em Deus a responsabilidade do que está nos acontecendo. Importante lembrarmos que somos espíritos eternos trazendo do nosso passado, “dessa e de outras existências a consequência do bem e do mal que praticamos” (1), e nem sempre temos paciência e resignação suficientes para os enfretamentos, então perdemos o benefício das provas a que somos convidados suportar, por nossa própria escolha antes de retornarmos a atual existência.

Nem sempre quando buscamos ajuda, estamos realmente dispostos a contribuir com a nossa cura ou melhora. Queremos que as coisas se resolvam de forma mágica, porém, religião sem trabalho no bem e modificação intima é fanatismo inútil, terapia sem o desejo de deixar a confortável posição de vítima é autoengano, remédios e procedimentos clínicos sem o esforço para novas realizações, pode ser apenas dependência, e dessa forma, nada disso resultará em efetivo estado íntimo de conforto e paz.

Quando disse Jesus, “buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça, e tudo mais vos será acrescentado” (2), estava nos informando que devemos viver como espíritos que somos, sabendo que “a vida espiritual vem antes da vida material” (3), e que tudo o que fizermos deve ser feito com a responsabilidade moral cristã para que não venhamos a criar comprometimentos negativos que resultarão em novos sofrimentos para o futuro.

É preciso lembrar que ninguém fará por nós, e sim fará conosco.

Sem dúvida que somos frágeis devido à nossa imperfeição, porém, não somos máquinas sem vontade, temos o “livre arbítrio” (4), necessitamos utilizá-lo em nosso benefício, realizando o que devemos de forma elevada, somente assim construiremos a felicidade verdadeira.

Com vontade firme faremos o bem e evitaremos o mal, construindo nossa felicidade futura.

Adelvair David

Referências:
(1) V, itens 4-10, O Evangelho Segundo o Espiritismo;
(2) Mateus, 6:33;
(3) Questão 85, O livro dos Espíritos; e
(4) Questão 872, O livro dos Espíritos.

Nota do editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://www.eusemfronteiras.com.br/onde-esta-a-felicidade/>. Acesso em 25AGO2022.

Adelvair David
Adelvair David

Dirigente, Trabalhador e Orador Espírita no Grupo Espírita Beneficente "Maria Dolores", na Cidade de Jales, interior de SP.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue o cartaz do seu evento espírita.

Clique aqui