658 visualizações

Maria de Nazaré

agosto 30, 2022

Se, para a maior parte do planeta, a história do mundo se divide em, antes e depois de Cristo, não se pode biografar o próprio Jesus sem por luz em sua mãe terrena, Maria de Nazaré.

Praticamente todas as culturas cristãs citam, algumas até cultuam a mãe de Jesus, mas, além delas, outras religiões fazem menção à Maria.

Muito mais que os quatro livros do Novo Testamento, o Alcorão, livro sagrado dos mulçumanos, cita Maria de Nazaré mais de 30 vezes.

No entanto, o Espiritismo, assim como reaviva o Cristianismo, faz justiça à essa figura importantíssima e singular da nossa história.

Emannuel, o Espírito que ditou diversos livros a Chico Xavier, chama Maria de Nazaré como o “Anjo tutelar do Cristianismo”.

Miramez, em uma obra inteiramente dedicada a ela, psicografada pelo médium João Nunes Maia, assim a define “Alma que viveu na Terra em favor da humanidade, como uma flor que perfumou todos os corações, alimentando todos os Espíritos com o verdadeiro alimento espiritual”.

Outras tantas obras mostram seu trabalho, atual, na espiritualidade coordenando incontáveis trabalhadores em trabalhos de resgate e amparo aos espíritos que sofrem na erraticidade.

Particularmente recomendo a leitura do lindíssimo, poema “Retrato de Mãe” de Maria Dolores, psicografado por Chico Xavier. (1)

Por fim, em capítulo dedicado a ela, no livro Boa Nova, Jesus em pessoa, em reencontro que antecede sua partida terrena lhe afirma: “Venho buscar-te, pois meu Pai quer que sejas no
meu reino a Rainha dos Anjos”.

Mas quem foi Maria e porque tanta admiração por ela?

Esse espírito, pertencente às mais altas esferas espirituais de nossa humanidade, fez, e ainda faz, muito por nós. Antes de reencarnar, Maria de Nazaré, na obra de Miramez, era Sophia e já tinha um grande trabalho de esclarecimento espiritual junto às criaturas mais envolvidas na ignorância, nos quais o ódio e a vingança petrificaram os corações, manifestando o orgulho violento, sem que desenvolvessem o amor e a caridade.

Ao ser escolhida para a missão de ser mãe, daquele que seria o Redentor do nosso planeta Sophia, de pronto, aceitou a missão, na verdade ansiava por ela, posto que, um espírito dessa estatura moral sempre quer trabalhar, ser instrumento na obra divina.

Aqui na Doutrina consoladora e libertadora não adoramos ou idolatramos ninguém, mas não há mal nenhum em sentir enorme gratidão por aqueles missionários e missionárias que trabalharam com e por amor pela humanidade e Maria, mãe Jesus é uma dessas.

André Tarifa

Referência:

Disponível em <https://youtu.be/Qgl1Lf6N5a8>. Acesso em: 28/08/2022.

Nota do Editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <http://jardim-espirita.blogspot.com/2013/05/post-37-retrato-psicografado-de-maria.html>. Acesso em: 31/08/2022.

André Luis R. Tarifa
André Luis R. Tarifa

Trabalhador espírita desde os 12 anos de idade, eterno aprendiz, tenho um canal no Youtube onde compartilho meu aprendizado e as belezas da poesia. Atualmente desenvolvo os meus trabalhos no Centro Espírita Mansão da Esperança em São Paulo, SP.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue o cartaz do seu evento espírita.

Clique aqui