Página InicialTextos EspíritasGanhar sem trabalhar

236 visualizações

Ganhar sem trabalhar

abril 30, 2023

Esse título foi inspirado em frase de conhecida personalidade brasileira, já falecida. Deixou um legado de exemplo de trabalho, seriedade e perseverança. O país todo o conhece ou pelo menos já ouviu referências de sua impecável atuação como administrador. Foi engenheiro, escritor, empresário e industrial, mas também Presidente e Membro do Conselho de Administração do Grupo Votorantim, que já facilita identificação pelo leitor.

Sim, referimo-nos a Antônio Ermírio de Moraes, que nasceu em São Paulo a 04 de junho de 1928, vindo a falecer na mesma cidade em 09 de agosto de 2014, tendo se destacado igualmente por sua dedicação à Sociedade Beneficência Portuguesa de São Paulo (um dos maiores e mais avançados complexos hospitalares privados da América Latina), à Associação Cruz Verde de São Paulo e à Fundação Antônio Prudente, entre outras organizações não governamentais.

Veículos de imprensa registraram ao longo do tempo várias de suas frases e falas, em momentos distintos e diferentes lugares. Uma breve pesquisa nos portais de pesquisa virtual trará variada seleção dessas frases que se tornaram famosas, dada a oportunidade e dimensão de suas afirmações, com identificação conforme o tema principal em diversos segmentos culturais ou sociais.

Dentre elas está uma que utilizamos na gravação de um dos episódios do capítulo 12 do livro Missionários da Luz (Chico Xavier/André Luiz, ed. FEB), intitulado Preparação de Experiências. Dada a extensão e importância do citado capítulo, ele foi divido em vários episódios, sendo que no episódio 13f, que recebeu o título de Anacleta (relatando a história dessa personagem do livro), a pertinência da abordagem trouxe à lembrança a oportunidade de uma das frases de Ermírio. Ressalte-se que as gravações citadas no presente parágrafo estão disponíveis no canal de youtube de Orson Peter Carrara, na playlist Série Missionários da Luz.

Como o trecho em estudo trata da educação de filhos, a frase conectou-se imediatamente e tem o seguinte conteúdo, quando ele se refere aos próprios filhos:

“O melhor que posso deixar para eles é educação e apego ao trabalho. Ganhar sem trabalhar pode ser bom para o bolso. Mas é péssimo para o caráter.”

As questões 674 a 685, inseridas no capítulo Da Lei do Trabalho, em O Livro dos Espíritos, classifica o trabalho como “lei da natureza”, constituindo *uma necessidade”, mas também que *toda ocupação útil é trabalho” e é “meio de aperfeiçoamento de sua inteligência. Sem o trabalho, o homem permaneceria sempre na infância, quanto à inteligência”. Por outro lado, a questão moral fica clara na informação de que o homem não está isento da “obrigação de tornar-se útil, conforme os meios de que disponha”, conectando-se com o caráter, pois que a obrigação de tornar-se útil demanda o aprimoramento da sensibilidade moral, que se munirá do respeito às diferenças e do uso da solidariedade como ferramenta sempre presente.

Realmente as facilidades materiais criam circunstâncias devastadoras para a personalidade, com grande propensão à vaidade e ao egoísmo – traços ainda bem marcantes da natureza humana –, acentuando-as. Por isso a indicação coerente de Ermírio aos filhos, educação e apego ao trabalho, onde no encontro dos desafios e obstáculos, desenvolvemos as habilidades morais que formam a personalidade saudável e influente para o bem coletivo.

Ganhar sem trabalho é, pois, uma ilusão. Pode-se viver tal situação temporariamente, mas os prejuízos daí decorrentes serão inevitáveis. Melhor antes investir nas aquisições morais.

Orson Peter Carrara

Nota do editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://agendaespiritabrasil.com.br/2018/11/26/nem-so-de-grana-vive-o-homem/>. Acesso em: 30ABR2023.

Orson Peter Carrara
Orson Peter Carrara

Expositor espírita, tem percorrido muitas cidades do Estado de São Paulo e já esteve na maioria dos estados do país, por várias vezes, para tarefas de divulgação espírita. Articulista da imprensa espírita, tem colaborado com diversos órgãos da imprensa espírita, entre revistas, sites e jornais do país, além de boletins regionais, no país e no exterior. Autor de treze livros, seus textos caracterizam-se pela objetividade e linguagem acessível a qualquer leitor, estando disponibilizados em vários sites de divulgação espírita.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como