365 visualizações

Aprender a Amar

maio 3, 2023

Peço a devida licença para escrever em primeira pessoa e relatar a dificuldade que estou enfrentando para escrever algo sobre o Amor. Já realizei diversas pesquisas e li lindos textos de Andre Luiz, Meimei, Emmanuel e outros autores maravilhosos, separei passagens desse textos para me auxiliar, mas até agora não consigo avançar, então resolvi escrever esse desabafo.

Indago-me qual a razão de tamanha dificuldade em escrever citado texto, não que seja bom escritor, mas consigo, com ajuda dos meus amigos, a escrever algo e de vez em quando até gosto, mas hoje, sobre o Amor, nada sai. Então meditando cheguei a conclusão que a minha dificuldade reside no fato de não saber o que é o Amor.

Não que isso seja um grande problema, pois todos aqui estamos para aprender e me coloco à caminho de tentar aprender um pouco sobre tão lindo sentimento que nos fora apresentado especialmente pelo Cristo quando de sua passagem na Terra. Como não recordar de todas as demonstrações de Amor por Ele praticado e ter a certeza que eu não sei amar, pelo menos não sei amar com o Cristo e por isso como poderia eu querer escrever sobre algo que não sinto.

Sim, porque o Amor é algo a sentir, não há como definirmos. O Amor é sentido nas diversas situações, seja naquele abraço ao amigo necessitado, naquela esmola que damos ao irmão faminto, àquele telefonema à sua mãe saudosa, àquele beijo no seu filhinho amado que passou o dia todo longe mas não sai de sua cabeça.

Mas o Amor não se resume em atos, pois o Cristo nos envolve com seu amor e não pratica Ele ato algum, tampouco espera que nós pratiquemos algum, Ele simplesmente Ama, assim também o Cristo fez quando encarnado e continua a fazer nos dias atuais, desde os reinos primitivos, passando pela humanidade até os espíritos superiores gozam do Amor do Pai e do Cristo de forma absoluta, o Supremo Amor.

Mas ainda não sei como reproduzir esse Amor, o Cristo na derradeira hora de sua vida, sabendo que seria traído e negado, pediu aos seus discípulos que amassem, mas não um amor qualquer, deveriam amar como o Cristo nos amou, ou nos ama. E agora, que Amor é esse? Quem pode nos ensinar que Amor é esse?

Escritores tentaram nos contar que Amor é esse e não conseguiram em sua plenitude, logo, como posso eu pretender explicar esse Amor se nem sentir ele integralmente sou capaz? Posso apenas tentar praticar algumas sugestões do nosso amado Chico Xavier. Dizia ele que para amar é preciso disciplina, trabalho, seguir bons conselhos, aceitar críticas, esquecer as faltas alheias, evitar conservações inúteis, educar- se, calar diante das ofensas, ajudar a todos e repetir as lições do Mestre.

O caminho do Amor é longo e árduo, não será em um texto que encontraremos sua definição nem a receita para sentirmos esse tão valioso sentimento, considerado por Kardec como o ápice dos sentimentos, assim não me permito ter a pretensão de vos ensinar sobre o Amor, posso repetir o Cristo e pedir que se amem, não o amor da matéria, mas o Amor das Divinas Consolações, que acolhe e ajuda.

Entendamos que cada um de nós aqui chegou por seus méritos e possui suas responsabilidade por Amor do Pai, entendamos também que cada um está em um estágio evolutivo e tenhamos Amor para compreender que, através do livre arbítrio, agiremos de maneira singular e que nos cabe apenas compreender e perdoar, por Amor aos nossos irmãos. O Amor é o único remédio que tudo cura, que tudo resolve, que sustenta nossa vida, nosso trabalho e nossas obras.

Sabedores de que só podemos dar aquilo que possuímos e certos de que todos os bens materiais que temos não passam de concessões Divinas, aprendamos com urgência o que é o Amor, pois apenas o Amor pode ser desenvolvido por nós mesmo e por consequência apenas o Amor poderemos entregar genuinamente como nosso, apenas o Amor será efetivamente uma caridade nossa aos nossos irmãos.

Daniel Baeninger

Nota do Editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <http://www.umcaminho.com/2015/08/amar-ao-proximo-como-a-si-mesmo-palestra-de-eduardo-ferreira/>. Acesso em: 01MAI2023.

Daniel Baeninger
Daniel Baeninger

Trabalhador do Centro Espírita Luz e Caridade de Limeira/SP.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue o cartaz do seu evento espírita.

Clique aqui