Página InicialTextos EspíritasDesafios domésticos

160 visualizações

Desafios domésticos

julho 17, 2023

“Quer fazer algo para promover a paz mundial? Vá para casa a ame a sua família.”
Madre Tereza de Calcutá

Todos nós chegamos ao planeta pela família, por menor que seja. Temos na primeira infância alguém a nos guiar, pai e mãe, vovôs e vovós, pai e pai, mãe e mãe. Às vezes a missão é bem solitária com aquela mãe enfrentando suas batalhas próprias e mais a criação dos filhos, praticamente sozinha.

Mas seja lá qual o formato e o tamanho que essa família tenha, ela é o núcleo mais importante e, via de regra, o mais preponderante para nossa experiência aqui. Laços anteriores à presente encarnação já nos ligavam, já éramos espíritos comprometidos por afeições ou dívidas anteriores e a experiência atual, sem sombra de dúvida, atende a um propósito maior.

E é absolutamente natural que espíritos imortais que somos, com milênios de valores e hábitos arraigados, encontremos, no confinamento do lar, um grande número de divergências entre nós. A criação é de agora, mas, a educação já vem de bem antes. Daí vermos, comumente, filhos de mesmos pais, tendo a mesma forma de educar, se desenvolverem em valores tão diferentes uns dos outros.

E a família é tão importante que, de alguma forma, sempre estaremos em uma, ora como filho, ora como pais, depois avós, ora como amigos já que, sem dúvida existem laços que nos unem pelo sentimento mais do que pela consanguinidade. Se a Terra é uma escola, a família é sua mais importante sala de aula.

E escola e família são para crescimento e aprendizado e, ambos, só se dão quando vencemos os desafios que ela apresenta. Como vencê-los? O texto é muito curto para as respostas mas a receita é possível de indicar. O conhecimento da justiça divina, sobretudo dentro do arco das sucessivas reencarnações é uma delas e, nesse sentido, o texto “A ingratidão dos filhos e os laços de família”, de Santo Agostinho no capítulo 14 de O Evangelho Segundo o Espiritismo é um primor. Claro que o capítulo todo é importante também.

Todo o cabedal de conhecimento, tão fundamental quanto imprescindível, de O Livro dos Espíritos e, as virtudes tão bem esclarecidas na didática do Mestre Jesus e se ainda não as temos, não tenhamos dúvida de que o meio familiar em que nos encontramos é sala de aula para as aprendermos.

Paciência, tolerância, perdão, resiliência, resignação, saber a hora de calar, falar e ouvir, solidariedade, fraternidade, a hora do sim e a hora do não, educação, respeito e, talvez, a mais difícil de todas, aceitar cada um como é, sem colocar sobre essas pessoas expectativas nossas, são formas de caridade e amor no seu melhor sentido.
Acho que para a família, mais do que para qualquer outra situação, vale a máxima de Jesus, eternizada por Pedro: “ O amor cobrirá a multidão dos pecados”.

André Tarifa

“Nota do Editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/familia-feliz-desenho.
Acesso em: 16/07/2023.

André Luis R. Tarifa
André Luis R. Tarifa

Trabalhador espírita desde os 12 anos de idade, eterno aprendiz, tenho um canal no Youtube onde compartilho meu aprendizado e as belezas da poesia. Atualmente desenvolvo os meus trabalhos no Centro Espírita Mansão da Esperança em São Paulo, SP.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como