156 visualizações

Em nome do Evangelho e a União

setembro 14, 2023

Há 75 anos, no dia 14 de setembro de 1948, Chico Xavier psicografou em Pedro Leopoldo (MG), a mensagem “Em nome do Evangelho”, assinada pelo espírito Emmanuel. Era dirigida aos participantes do 1o° Congresso Nacional Espírita em São Paulo, que seria realizado em São Paulo, no final de outubro de 1948, promovido pela USE-São Paulo, contando com a atuação preparatória de lideranças e federativas dos Estados do Sul do país.

A mensagem é histórica – primeira sobre união e unificação -, e foi utilizada no evento em São Paulo e publicada nos Anais do Congresso Brasileiro de Unificação Espírita, São Paulo (1948).¹

Interessante é a colocação do autor espiritual, abrindo com transcrição do versículo “Para que todos sejam um” (João, 17:22) e iniciando com comentários: “Reunindo-se aos discípulos, empreendeu Jesus a renovação do mundo”.

Mais à frente, Emmanuel recomenda: “Compreendendo a responsabilidade da grande assembleia de colaboradores do Espiritismo brasileiro, formulamos votos ardentes para que orientem no Evangelho quaisquer princípios de unificação, em torno dos quais entrelaçam esperanças”.

Nos trechos finais, o autor espiritual reafirma aos congressistas: “Reunidos, assim, em grande conclave de fraternidade, que os irmãos do Brasil se compenetrem, cada vez mais, do espírito de serviço e renunciação, de solidariedade e bondade pura que Jesus nos legou”. Em parágrafos de conclusões, Emmanuel alerta: “O mundo conturbado pede, efetivamente, ação transformadora”.

Essa mensagem foi incluída e analisada em livro de nossa autoria “União dos espíritas. Para onde vamos?”² e foi utilizada em evento da USE-SP, comemorativo dos 70 anos da realização do 1o° Congresso Nacional Espírita, efetivado na capital paulista em outubro de 2018.³

Nesse texto histórico, Emmanuel faz colocações sobre o real sentido do “modus vivendi” nas ações e relações relacionadas com a união dos espíritas.

As palavras empregadas: espírito de serviço, renunciação, solidariedade e bondade, devem servir de parâmetro para reflexões e avaliações das atividades de união dos espíritas, “para que todos sejam um”.

Antonio Cesar Perri de Carvalho

Referências:
(1) Anais do Congresso Brasileiro de Unificação Espírita: https://usesp.org.br/wp-content/uploads/2020/02/anais_1_congresso.pdf;
(2) Carvalho, Antonio Cesar Perri. União dos espíritas. Para onde vamos? Capivari: EME. 2018. 142p; e
(3) 70 anos do 1o Congresso Brasileiro de Unificação Espírita: https://usesp.org.br/wp-content/uploads/2020/02/palestra_70_anos.pdf.

Nota do Editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em união
Acesso em: 13/09/2023.

Antonio Cesar Perri de Carvalho
Antonio Cesar Perri de Carvalho

Ex-presidente da Federação Espírita Brasileira (interino de 5/2012 a 3/2013 e efetivo de 3/2013 a 3/2015); membro da Comissão Executiva e Primeiro Secretário do Conselho Espírita Internacional; Membro do Grupo de Estudos Espíritas Chico Xavier.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue o cartaz do seu evento espírita.

Clique aqui