109 visualizações

Como reagir ante o problema?

outubro 28, 2023

Conversávamos sobre a complexidade da vida na atualidade, os seus benefícios e suas mazelas. Leonardo ouvia atentamente a conversação, quando interferindo disse:

– Vejam que interessante, ontem recortei de um jornal texto que se refere justamente a essa aranzel.

– Aranzel? Leonardo… Que palavrão é esse?

– Aranzel é dificuldade, rolo, bololô, enfim problema.

Vou ler texto, se vocês me permitem.

– Claro – dissemos.

– Então lá vai!

A vida do ser humano na sociedade é cada vez mais complexa e portadora de constantes desafios. Eles se manifestam nos aspectos: econômico, psicológico e espiritual. O foco das tensões está no lar, no ambiente de trabalho e em outros lugares da sociedade. Eis que, então, surgem os problemas.

O enfrentamento dos problemas gera conflitos mentais e poderemos entrar em crises psíquicas, psicológicas com reflexos na desarmonia das células do corpo físico. Surge, pois, a necessidade do socorro e do remédio: a assistência espiritual, a ajuda da energia magnética, a meditação, o remédio que a Medicina indica.

No entanto, diante de qualquer dificuldade que nos leve ao desequilíbrio mental, emocional ou sentimental é necessário preservar a harmonia do campo mental. Por isso é necessário mantermos atitudes positivas ou assertivas, pelas quais estruturaremos nossas possibilidades de resistência física e espiritual.

O desejo de manter o bem estar poderá manifestar-se em ações a benefício do próximo. Ajudar aqueles que estejam em dificuldades maiores que as nossas. Acudirmos com a instrução onde houver a ignorância. Persistirmos no aprimoramento espiritual e intelectual. Promovermos atos de solidariedade. Realizarmos sempre o melhor que pudermos para o nosso próximo, seja em nosso lar, em nosso ambiente laboral, no grupo social, na instituição religiosa que participamos e em outros lugares.

Dessa maneira, ainda que sob o impacto dos problemas que nos afligem, poderemos assumir os seguintes comportamentos adequados:

a) Cuidar da própria apresentação;

b) Enfrentar novas lições;

c) Mirar outros interesses de viver;

d) Participar de movimentos e campanhas de educação, saúde e outros direitos de cidadania;

e) Prosseguir com o interesse de aperfeiçoar as nossas atividades profissionais;

f) Acompanhar o progresso tecnológico, intelectual e moral;

g) Zelar quanto às formas de expressão oral e de maneiras;

h) Elevar os ideais e emoções;

i) Ler bom livro, ouvir boa música, assistir bom filme ou bom programa de televisão;

j) Cultivar afeições e amizades.

Permaneçamos, por conseguinte, com o desejo ardente de melhorarmos, pois ele produzirá energias mentais e espirituais que aumentarão a nossa defesa imunológica facilitando-nos a absorção dos recursos medicamentosos e espirituais, proporcionando bem estar. Estaremos mais sensíveis aos instrumentos que a Ciência e a Religião tenham para nos ajudar.

Terminou a leitura e olhou ao redor.

– Sem mais comentários! – clamou Joaquim.

– Depois dessa, por favor, Leonardo me dê uma cópia – disse Miguel.

E todos assentimos:

– Queremos uma cópia!

Rindo, Leonardo acrescentou:

– Só se for para ler, meditar e… praticar!

Aylton Paiva

Aylton Paiva
Aylton Paiva

Cooperador na Casa dos Espíritas, em Lins, interior de SP, estudioso do Espiritismo e desejoso de aplicar sua Filosofia na própria vida, além de Esperantista.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue o cartaz do seu evento espírita.

Clique aqui