Página InicialTextos EspíritasRefletindo sobre o Trabalho

63 visualizações

Refletindo sobre o Trabalho

dezembro 11, 2023

Ao recordarmos nas Leis Morais de O Livro dos Espíritos a Lei do Trabalho, importantes reflexões nos são colocadas. Sabe-se que a humanidade progrediu pelo trabalho, pela busca constante de todos para formatar o mundo em que vivemos. Quase sempre o fizeram pela necessidade de conservação de todos, mas também pela beleza do criar permanentemente, deixando para trás o que não serve mais para adquirir outro que contenha melhor propósito para nossas necessidades.

Desta forma fomos transformando o mundo, fomos dinamizando esta esfera, transformando-a num local interessante de se viver. Chico Xavier disse um dia que nunca o homem viveu com tanto conforto quando nessa atualidade. Ele estava certo. O que dispomos hoje em termos de tecnologia nos facilita em muito nossas atividades.

Eis aí o grande momento da reflexão: ora, Deus nos deu tudo o que necessitávamos para realizarmos este progresso. Deu-nos alimento, minérios, espaços, força de trabalho, ações para dinamizarmos a inteligência e conteúdos escondidos no sub solo ou no fundo dos oceanos que estruturaram ainda mais o progresso da humanidade como sendo o principal deles o petróleo. Então, para todos foi dado a oportunidade do crescimento individual.

Contudo, ainda existem aqueles que reclamam do trabalho. Alguns ricos gregos afirmavam que o trabalho era um castigo imposto a seus servos. Talvez aí a informação errônea que vem assolando uma parte do social. Não, o trabalho não é castigo, é oportunidade de sair da ignorância para o prazer do realizar. Os preguiçosos e ociosos pautam aí suas reivindicações e querem tudo ganhar pela lei do menor esforço. Somente aceitam trabalhar se forem muito bem remunerados e com altas propostas de benefícios. Esquecem eles que o que emprega está empregando seu dinheiro para que, ao produzir, criem-se oportunidades de ajudas sociais e familiares.

Ainda nos nossos dias o trabalho é buscado como um recurso financeiro para pagar as contas que sempre chegam. Mas, a grande maioria se esquece dos benefícios inalienáveis proporcionados pelos aprendizados através do trabalho e adequações superiores ao criar tecnologias se assim o empregado buscar e se permitir. Não basta o dinheiro para gastar, o mais importante é o que eu aprendo enquanto realizo. O homem e a mulher sensatos estabelecem metas para seus avanços intelectuais e morais. Os avanços intelectuais são buscados no trabalho e os morais na forma como  trabalham e no que podem ajudar à sociedade.

É preciso uma melhor adequação de cada um aos propósitos do trabalho criado por Deus. Isto deve ser entendido desde já porque nos tempos futuros o trabalho será sempre uma busca por criar infinitamente. Jesus disse: “Meu Pai trabalha até agora e eu também! “ João 5-17. Isto nos informa que a cada passo na evolução, novos trabalhos surgem e novos desafios nos são apresentados uma vez que a perfeição é o nosso destino.

Reflitamos sobre isso. Onde estivermos, o trabalho nos será apresentado como ferramenta de ação e crescimento. Cuidado, contudo, com os trabalhos que nos levam aos erros. Disse Jung que energia é tudo aquilo que produz trabalho. Muitas pessoas utilizam mal suas energias na produção dos seus feitos. Lembremos sempre da Lei de Causa e Efeito que dá a cada um segundo suas obras. Que nossas ações sejam sempre produtivas para o bem e que em situação alguma criem elas dissenções, brigas e guerras entre pessoas.

É preciso trabalhar e trabalhar em harmonia, criando estéticas que encantem enquanto ajudam. Vejam o Universo e concluam por si mesmos.

Guaraci de Lima Silveira

Guaraci de Lima Silveira
Guaraci de Lima Silveira
Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como