Página InicialTextos EspíritasLuzes para o coração

54 visualizações

Luzes para o coração

janeiro 28, 2024

Asseverou Jesus que os mansos possuirão a Terra (1).

O desejo de buscar o conhecimento, o enriquecimento intelectual é muito constante nas escolhas de muitas pessoas neste mundo. Nem sempre há o mesmo empenho quando se trata dos valores do coração.

Convencionou-se que é preciso saber muito para se dar bem nas questões materiais, porém, esse mesmo homem que tem sucesso nos empreendimentos de toda ordem peca no relacionamento com o seu semelhante, derrapando em lamentáveis conflitos e enfrentamentos desnecessários e que trazem grande prejuízo moral.

Sem o peso moderador do amor, dos sentimentos nobres, podemos entreter a frieza, o desejo de nos darmos bem a qualquer custo, sem a menor ou pouca consideração com o outro a quem devemos respeitar. Não há verdadeiro sucesso se ele for construído à custa das lágrimas, do sofrimento e da privação alheia.

O codificador do Espiritismo, Allan Kardec, nos fala da maturidade do senso moral (2), do conjunto de valores, virtudes que o espírito constrói no curso das suas existências pretéritas até o momento atual. Somente esses valores podem nos auxiliar a acertar mais e a errar menos, porque qualquer coisa que façamos que fique em desacordo com a Lei Divina, aquela ensinada por Jesus, nos impede de ser feliz, como a caridade e a humildade que são virtudes contrárias ao egoísmo e o orgulho (3).

Esses últimos são os responsáveis pela maioria dos fracassos morais que temos em nossas vidas. São prisões, escravidão que nos deixa à mercê de prazeres momentâneos para depois nos abandonar na solidão das amarguras conscienciais, das consequências nefastas. Por isso, é necessário combatê-los exercitando-nos na prática do bem, servindo incondicionalmente aos nossos irmãos sem esperar recompensa. Desse modo, vamos ficando mais fortes para resistir os convites menos dignos da corrupção e do crime, e de tantos outros.

A mansidão de que nos fala Jesus é o amor em movimento em todas as atividades da vida, é fazer aos outros somente aquilo que gostaríamos que nos fosse feito. Toda a felicidade futura dependerá da conquista dos valores intelectuais, sobretudo, morais, aqueles ensinados por Jesus, que são as luzes do amor iluminado o coração.

CORAÇÃO ILUMINADO, VIDA LEVE.

Adelvair David

Referências:
(1) Mateus 5:5;
(2) O Evangelho Segundo o Espiritismo – Cap. XVII, item 4; e
(3) O Evangelho Segundo o Espiritismo – Cap. XV, item 3.

Adelvair David
Adelvair David

Dirigente, Trabalhador e Orador Espírita no Grupo Espírita Beneficente "Maria Dolores", na Cidade de Jales, interior de SP.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como