43 visualizações

Ele veio

abril 6, 2024

Só Jesus é a esperança tornada realidade

Um dia, um  Homem  Sublime  abandonou   por   um  pouco  o
Seu  Jardim  de  Estrelas   para   depositar   nas  Criaturas  da
Terra  gemas  de  refulgente esperança em torno do Seu Reino.”

                                              – Joanna de Ângelis

Senhor Jesus! A ampulheta do tempo vai deixando ao longe, as marcas festivas de Teu Natalício!… É naquela ocasião que a Terra  ̶  habitualmente abalada pelos sismos da beligerância   ̶   torna-se diferente!

As alteadas e canoras vibrações do Teu Amor como  que  inundam  os corações e, os homens, se olham  com  mais fraternidade,  sendo  mais  receptivos  e  sensíveis  aos  suaves influxos do Mais Alto.

Mas, é o momento do “balanço” moral e os números não se mostram alvissareiros… Quisera, Senhor, poder dizer que:

̶  Nossos irmãos africanos não morrem mais  a fome e as inúmeras tribos confraternizam-se em clima de paz!

̶  Na Terra do Cruzeiro não existem violências, desrespeitos, estupros, assassínios, roubos, misérias, sequestros, pedofilia e desvalidos de todos os matizes!

̶  O Velho Mundo não se encontra mais em secessão, visto que Árabes e Judeus conseguiram equacionar suas diferenças!

̶  Não existem terroristas explodindo bombas e matando indiscriminadamente!

̶  Os  homens guindados ao poder são honestos  e não malversam o bem público!

̶ A pena de morte foi abolida de toda a Terra, e o aborto, a  eutanásia  e  o  suicídio  são  apenas  tristes lembranças de um tempo que passou!

̶  A  riqueza é distribuída de  forma a não faltar  o mínimo indispensável para que qualquer  criatura  possa viver com dignidade!

̶  A educação está fazendo homens de bem em todo o Orbe!…

Mas, Senhor! na impossibilidade de relatar-Te essas coisas, voltamo-nos para Ti e rogamos:  ̶  Tenha misericórdia da humanidade! Permita, Mestre Querido que os corações empedernidos das criaturas possam transformar-se em aconchegantes manjedouras para abrigar-Te de forma plena e definitiva!…

Possam os homens compreender que só Tu és  a Esperança  tornada realidade e reconheçam em Ti o Amoroso  Guia Celeste   ̶  enviado pelo Pai  ̶  para conduzir ao Aprisco Divino  as tresmalhadas ovelhas do imenso rebanho da Terra!…

Apesar dos quadros  tristes  do  proscênio terrestre  esperamos  que  não  desistas  de  conduzir-nos  pelas veredas  da  evolução,  e,  quem sabe, Senhor,  um dia, toda a humanidade poderá ofertar-Te como presente de Natal o que Tu mais  anelas: corações sem jaça, escoimados de toda e qualquer sombra, apropriados a refletir sem distorções Tua imagem de  Luz, e, em uníssono cantar: “Vem Senhor! Vem  reflorir  os  caminhos/ Vem   perfumar corações/ Exterminar  a  dor/ e fazer  calar  os  canhões/ Vem Senhor!/ Com  Teu amor tão profundo/ Iluminar  consciências/e fazer… Feliz o Mundo!…”

Rogério Coelho

Rogério Coelho
Rogério Coelho

Rogério Coelho nasceu na cidade de Manhuaçu, Zona da Mata do Estado de Minas Gerais onde reside atualmente. Filho de Custódio de Souza Coelho e Angelina Coelho. Formado em Jornalismo pela Faculdade de Minas da cidade de Muriaé – MG, é funcionário aposentado do Banco do Brasil. Converteu-se ao Espiritismo em outubro de 1978, marcando, desde então, sua presença em vários periódicos espíritas. Já realizou seminários e conferências em várias cidades brasileiras. Participou do Congresso Espírita Mundial em Portugal com a tese: “III Milênio, Finalmente a Fronteira”, e no II Congresso Espírita Espanhol em Madrid, com o trabalho: “Materialistas e Incrédulos, como Abordá-los?” Participou da fundação de várias casas Espíritas na Zona da Mata Mineira.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como