Página InicialTextos EspíritasProgramação Reencarnatória

30 visualizações

Programação Reencarnatória

maio 1, 2024

De acordo com as explicações de André Luiz no livro Missionários da Luz, pode ocorrer uma intercessão da espiritualidade superior na programação reencarnatória de um espírito. No caso deste espírito ter mérito e possa interagir escolhendo as características do seu novo corpo e as provas de uma nova experiência no plano material.

Essa é uma oportunidade dada ao espírito, para participar da sua programação reencarnatória de maneira a melhor se planejar para uma nova experiência terrena.

No momento do planejamento de uma encarnação, espíritos habilidosos auxiliam na escolha de um corpo físico, de uma família, de uma profissão, assim como de uma situação socioeconômica que possa contribuir de maneira favorável para atender o principal objetivo da encarnação. Cumprir as metas pré-estabelecidas, a melhora moral e espiritual do indivíduo.

André Luiz, orientado pelo Instrutor Alexandre, explica-nos o intrincado processo encarnatório, pela psicografia de Chico Xavier, quando diz:

“Em toda edificação verdadeiramente útil, não podemos prescindir da base. Adianta que a maioria das reencarnações obedece a um padrão que atende apenas as manifestações evolutivas, e que uma minoria se enquadra num processo individual e mais complexo.” (1)

Como cada caso tem uma história complexa a ser melhor compreendida, existem processos reencarnatórios cujo planejamento pode durar séculos, para conseguir reunir em uma mesma existência, vários espíritos comprometidos em diferentes vidas passadas.

O Instrutor Alexandre também entra em detalhes sobre o processo da reencarnação:

“Revela o trabalho dos Espíritos construtores na organização fetal do reencarnante, durante os primeiros vinte um dias da gravidez, considerando as alterações físicas e psicológicas da gestante nessa fase, e das providências tomadas pelos benfeitores, para que a reencarnação não venha a falhar.” (1)

O cerne da reencarnação representa a reparação das faltas cometidas contra outras pessoas. Quando é possível, o espírito procura reparar as faltas que ocorreram, procurando compensar através de atitudes proativas auxiliando o semelhante na sua caminhada evolutiva.

No Livro dos Espíritos, encontraremos:

A expiação se cumpre no estado corporal ou no estado espiritual?

“A expiação se cumpre durante a existência corporal, mediante as provas a que o Espírito se acha submetido e, na vida espiritual, pelos sofrimentos morais, inerentes ao estado de inferioridade do Espírito”. (2)

Da mesma forma que o homem que se compromete na convivência no planeta Terra com outras pessoas, terá que em um dia reparar os erros cometidos contra aqueles que ele porventura tenha prejudicado. Caso essas pessoas já tenham evoluído, terá a oportunidade de corrigir seus erros com outras que apresentem as mesmas características evolutivas.

Quando temos a oportunidade de compreender os mecanismos das leis de Deus procuramos fazer de tudo para não desviarmos muito da nossa programação pré-estabelecida. À medida que vamos tendo consciência, procuramos o caminho ideal da vida, o que pode exigir muito esforço, sacrifício e dor moral. Dessa forma é preferível procurar aceitar de bom grado, tendo resiliência, para lidar com as situações difíceis do dia a dia, que muitas vezes fomos nós mesmos que criamos.

Já no Livro O Céu e o Inferno, encontraremos uma relação de trinta e três recomendações que se for seguida, poderá auxiliar no processo de reparação das faltas cometidas. Segundo orientação do Espírito da Verdade, tornando-se possível remediar o ato imprudente, através de atitudes acertadas em uma nova encarnação, como por exemplo:

4ª) “Em virtude da lei do progresso que dá a toda alma a possibilidade de adquirir o bem que lhe falta, como de despojar-se do que tem de mau, conforme o esforço e vontade próprios, temos que o futuro é aberto a todas as criaturas. Deus não repudia nenhum de seus filhos, antes recebe-os em seu seio à medida que atingem a perfeição, deixando a cada qual o mérito das suas obras”. (3)

Na programação reencarnatória dos indivíduos comprometidos pela Lei de Ação e Reação ou de Causa e Efeito, a espiritualidade superior leva em conta o nível de evolução moral e intelectual de cada indivíduo. Dessa forma, certos acertos de conta com o passado podem passar por uma moratória. Até que o indivíduo aos poucos consiga ficar em paz com ele mesmo, conseguindo quitar sua consciência para com as Leis de Deus.

Deus é um pai misericordioso e bom, permitindo que os espíritos possam saldar seus compromissos com outros companheiros na grande jornada evolutiva. Um aluno reprovado em uma série escolar, que não acompanha sua turma original, terá chance de ingressar em outra turma e continuar sua jornada evolutiva, caminhando um pouco atrás daqueles a quem prejudicou, até um dia possa alcançá-los na escala evolutiva espiritual.

Éder Andrade

Referências:
(1) Xavier, Francisco Cândido Xavier; Missionários da Luz; Cap. 12 – Preparação de experiências; Cap. 14- Proteção; FEB.
(2) Kardec, Allan; O Livro dos Espíritos; 4ª parte; Cap. II – Expiação e Arrependimento – P. 998; FEB.
(3) Kardec, Allan; O Céu e o Inferno; 1ª parte; Cap. VII – Código penal da vida futura; FEB.

Eder Andrade
Eder Andrade

Professor de História e Sociologia, frequentador do Centro Espírita Consolador, no Rio de Janeiro, RJ.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como