596 visualizações

Até breve: reflexões de Divaldo Franco em 06/03/2016

março 11, 2016

Mensagem de Encerramento de XVIII Conferência Estadual Espírita – Paraná, na data de 06/03/2016.

Colabore com a realização das conferências pela Federação Espírita do Paraná, adquirindo as gravações da conferência, que estarão disponíveis na livraria da federação, no endereço http://www.livrariamundoespirita.com.br/

Divaldo (trecho de palestra)

“… Nós os cristãos novos, deveremos introjetar que o Reino dos Céus está dentro de nós.Divaldo Pereira Franco

E deveremos agir com essa consciência, de que no momento em que a morte nos arrebate, não nos aniquilará, nos levará em direção à vida.

Eis porque guardei estas reflexões para o nosso momento de Até Breve.

Eu irei bem antes, aguardo o momento da chamada com alegria infinita, porque somente se pode saber se é feliz depois que atravessar a Ponte da Imortalidade.

Talvez o próximo ano não nos vejamos em corpo físico, mas não é importante, eu aqui estarei. E estaremos juntos um dia, em outro momento desta natureza na espiritualidade, como muitas vezes, nos estados homínicos, somos levados para ouvir os mensageiros do Senhor na orla da Terra…”

E aqui começa a fala com a transfiguração de Bezerra de Menezes:

“Não permitais que o desencanto abra feridas no âmago do Ser.

Tende bom ânimo e confiai Naquele que é a Vida das nossas vidas.

Hoje, sabemos que o corpo é um instrumento do espírito, que nos merece respeito e carinho, para que desenvolvamos ainda na plenitude que lhe está reservada.

Lutemos no conceito espírita, reflexionando profundamente nas lições do Evangelho de Jesus, deixemo-nos conduzir pela sabedoria filosófica de O Livro dos Espíritos elucidando-nos as incógnitas existenciais. Eduquemos a mediunidade nas lições Kardequianas na abordagem científica dos fenômenos paranormais. E cantemos em Jesus à sociedade que conquistou as galáxias e as micropartículas, nunca necessitou de Jesus tanto quanto hoje.

Ide e Amai. Não vos permitais ser inimigo de ninguém, mesmo que tenhais aqueles que se tornaram adversários vossos. O Mestre nos espera.

Filhas e filhos da Alma, sede felizes aceitando os testemunhos cristão. Sem as condecorações do sofrimento são belas ortilhas sem beleza. Senão naturalidade mas não tem perfume. Que o vosso perfume seja o exalar da caridade.

Jesus em nós é o Amor de Deus construindo a Era Nova.

Edificai-a porque voltaremos à Terra melhorada e feliz.

Ouvistes e participastes deste banquete em que venerados apóstolos do Cristianismo estiveram aqui, e a palavra inspirada de companheiros de jornada convocam-nos ao conhecimento, alegria e a ética do Cristianismo.

Não busqueis fugir à realidade da Lei Soberana de Causa e Efeito.

A dor é mensageira de Deus.

É a benção que Deus reserva aos seus eleitos.

Isto Posto, Ide em Paz e semeai o Reino de Deus em todos os corações.

Em nome dos espíritos espíritas que aqui estão desejamos paz e plenitude.

Vosso amigo humílimo e paternal, Bezerra.

Muita paz!”

Fonte: http://radioboanova.com.br/artigos/ate-breve-reflexoes-de-divaldo-franco/

Márcio Pereira de Souza
Márcio Pereira de Souza

Servidor Público, reside em São José do Rio Preto, interior de SP e atua como colaborador na Agenda Espírita Brasil, juntamente com vários outros colaboradores de todo o Brasil que, voluntariamente, ajudam na divulgação da Doutrina Espírita.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue o cartaz do seu evento espírita.

Clique aqui