Página InicialTextos EspíritasSustentabilidade e Conservação

31 visualizações

Sustentabilidade e Conservação

novembro 6, 2021

Vejamos, a questão 703 de OLE, no capítulo V, sobre a Lei de Conservação:

“703 – Com que fim Deus concebeu a todos os seres vivos o instinto de conservação?
– Porque todos devem colaborar nos desígnios da Providência. Foi por isso que Deus lhes deu a necessidade de viver. Depois, a vida é necessária ao aperfeiçoamento dos seres; eles sentem instintivamente, sem disso se aperceberem.”

O significado literal da palavra sustentabilidade é a capacidade de sustentar um sistema. O nosso planeta é um sistema vivo, é um organismo vivo, então a nossa parte como seres inteligentes é sustentar a vida do planeta, ou seja, fazermos tudo o que está ao nosso alcance para preservar todas as formas de vida, porque é uma necessidade instintiva nossa conservá-la, como vimos na questão acima, incluindo a nossa.

Nossa querida Terra está sofrendo pelos maus tratos que temos dispensado a ela ao longo dos anos. Por outro lado, estamos tendo amplas campanhas pela proteção ambiental, divulgadas na mídia, por grandes associações mundiais como o Greenpeace, encontros mundiais entre nações para que haja ações concretas nesse sentido. Isso é uma urgência, já estamos testemunhando as consequências no clima do planeta e na nossa saúde.

Muitos animais estão em extinção por excesso de caça; outros reproduzindo-se em excesso virando pragas porque interferimos no equilíbrio biológico; outros, como as abelhas, que são responsáveis pela polinização da maior parte das espécies vegetais e das que consumimos estão perigando desaparecer pelo uso de pesticidas inadequados; outros sofrendo os maus tratos pelo egoísmo e crueldade de seres humanos cegos, que ainda limitam o instinto de conservação às suas próprias vidas somente, esquecendo-se que fazemos parte de um todo, que os animais são os nossos irmãos menores, necessitados de nossa proteção. Somos os irmãos mais inteligentes da natureza, e como tais, temos o dever de sustentar a vida dos outros reinos, ou não conseguiremos sustentar a nossa própria vida na nossa Gaia, ou Terra.

Quando falamos em sustentabilidade do planeta, não poderíamos desvincular da psicosfera mental que tanto pode prejudicar a saúde mental e física das pessoas e, que por sua vez, prejudica a vida de todos os seres.

Assistimos ao Congresso Espírita do Rio Grande do Sul (FERGS), que aconteceu recentemente, que ocorreu juntamente com o “Congressinho”, destinado às crianças, onde foi apresentado o tópico sobre o Meio Ambiente. O presidente da FERGS, Gabriel Salum, apresentou o projeto da FERGS Saber Ambiental, que iniciou em 2010 visando sensibilizar o movimento espírita para a necessidade de cuidarmos do planeta terra. Foi apresentado o tópico sobre ecologia e espiritualidade, com o enfoque na psicosfera e meio ambiente. André Trigueiro fez uma palestra muito esclarecedora sobre esse assunto, que é de sua área de atuação profissional, e após, foi apresentado uma história para as crianças chamada “A Lição do Espelho”, mostrando como o estado de nosso humor cria uma poluição, que embora não vista pelos olhos da carne, se faz sentir de modo negativo. Depois, para complementar é apresentado uma “tia” evangelizadora fazendo a experiência do copo com água, representando os nossos pensamentos, onde ela despeja iodo escuro que diz representar os pensamentos negativos, mas consegue clarear a água novamente com água sanitária, representando os pensamentos bons, que higienizam a nossa psicosfera mental. Se o leitor quiser assistir esse trecho do Congresso, clique aqui https://youtu.be/0bKx6uc04lM.

Então vemos que Sustentar o planeta, proteger a vida, é orar e vigiar, também. É tudo que Jesus nos ensinou, é a prática do amor. Somos todos conectados. Se existem ainda pessoas passando necessidades, com fome, com frio, sem onde morar, sem emprego, doentes, isso tudo, e mais, interfere na nossa vida, no nosso bem estar também. Sustentabilidade é caridade com a vida de todos os seres vivos, e fora da caridade, já fomos informados, não há salvação.

Maria Lúcia Garbini Gonçalves

Nota do editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://pixabay.com/pt/photos/sustentabilidade-energia-globo-3300869/>. Acesso em: 04NOV2021.

Maria Lúcia Garbini Gonçalves
Maria Lúcia Garbini Gonçalves

Tradutora, mora em Porto Alegre/RS, estudante da Doutrina Espírita, trabalha no Grupo Espírita Francisco Xavier como médium.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como