245 visualizações

Pai Nosso

novembro 13, 2022

Quando somos convidados a orar, por vezes temos dificuldades em encontrar as palavras corretas de agradecimento, de perdão e as súplicas justas que poderão, de acordo com nosso merecimento, serem atendidas pelo Nosso Pai. Podemos dessa forma lembrar da Oração que nosso Mestre e Irmão nos ensinou, mas sem a automação de simplesmente repetir as palavras, podemos recitá-la com o coração voltado aos ensinamentos dessa linda prece.

Assim, “Pai Nosso que estais nos Céus, santificado seja o vosso nome”, nos remete a certeza que Deus é nosso Pai, sendo assim somos todos irmão, uma fraternidade universal, onde devemos nos amar e buscar sempre fazer o bem aos nossos irmãos. Cabe-nos também lembrar que Deus é o Poder Divino, Bondade, Sabedoria, Prudência e Previdência, onde cada uma dessas características nos preencherá em busca de nosso progresso espiritual.

Continuamos pedindo “venha a nós o nosso reino”, reino de amor, sabedoria, justiça, onde as Leis são sábias e inflexíveis, reino de felicidade. Todavia é importante ter consciência que não adianta só pedir, necessária a busca desses bens, “a cada um de acordo com suas obras”, nos faz lembrar a necessidade do trabalho e do estudo.

Apenas quando conseguirmos praticar a caridade em seu maior estágio de abnegação é que estaremos prontos a alcançar esse reino pedido. Portanto não nos basta pedir, nos impõe buscar, nos impõe trabalhar, nos impõe sair da comodidade e buscar a nossa felicidade.

Não podemos nos esquecer durante a rogatória, que “seja feita a Vossa vontade, na Terra, como no Céu”, assim, lembramos sempre que estamos sujeitos às Leis Divinas, que somos obedientes ao Pai e devemos suportar com paciência e resignação às provas e expiações que nos são impostas.

Não apenas suportar, mas agradecer por tal oportunidade de regeneração. A reforma íntima é a maior benção nos concedida, a misericórdia do Pai nos oferece a oportunidade de por nós mesmos corrigir nossas falhas, sendo assim não podemos nos esquecer da necessidade de nos reajustar aos termos da Vontade Divina, que sempre é boa, misericordiosa e amorosa.

“O pão nosso de cada dia, nos dai hoje”, trazendo a ideia não apenas do pão material, mas também do pão espiritual. O pão que alimenta o corpo é primordial para nossas vitórias na matéria, para cumprir nossos programas de amor e caridade, mas apenas o pão espiritual é que nos dará a plenitude de vida.

Por isso, não nos afastemos do trabalho, tanto do que nos mantém na carne, quanto os que nos eleva no espírito. Que os ensinamentos trazidos pelo Mestre nos seja fonte de luz e exemplo, para que, amando mais, sendo mais caridosos e misericordiosos posamos ter a certeza de que estamos nos alimentando do pão espiritual.

Chegamos ao perdão, “perdoais nossas falhas, como perdoamos aos nossos ofensores”, pois apenas seremos perdoados se também perdoarmos, Jesus nos ensinou a perdoar 70 vezes 7, não demonstrando um número final, mas sim sua infinitude.

O perdão não acaba, é prova de amor, é a maior das caridades ensinadas por nosso Irmão. Ele que foi a pessoa mais ofendida no mundo, sempre pregou o amor e o perdão, nunca rivalizou nem buscou a revanche, sempre entregou a “outra face”, busquemos saber perdoar nossos ofensores, para sermos merecedores do perdão a quem ofendemos e dignos do perdão Divino.

Por fim, pedimos que “que não nos deixe cair em tentação”, sabendo que rogamos por força, resiliência e coragem, pois às tentações estão em nós mesmos, cabendo buscar a sabedoria para enfrentá-las não se sujeitando a essas fraquezas.

Buscando renunciar o mal que está nossos corações e fazendo o bem que nos é ensinado dia a dia pelo Mestre, possamos vencer as tentações que nos apresentam e cada dia para tornamos pessoas melhores e mais dignos do Reino dos Céus.

Percorrendo a Oração Dominical estaremos em perfeita e direta conexão com a Providência Divina, mas lembrando que apenas seremos atendidos se tivermos merecimento, mas acima de tudo se buscarmos o trabalho, o estudo, o amor e a caridade.

Daniel Baeninger

Nota do editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://www.youtube.com/watch?v=XroLT65AnXE>. Acesso em: 14NOV2022.

Daniel Baeninger
Daniel Baeninger

Trabalhador do Centro Espírita Luz e Caridade de Limeira/SP.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue o cartaz do seu evento espírita.

Clique aqui