655 visualizações

Entrevista com a SOCEERJ sobre a visita de Jim Tucker ao Brasil.

novembro 30, 2014

A Agenda Espírita Brasil, por meio do colaborador Marcus Braga, teve a honra de entrevistar Wagner de Assis, um dos fundadores da SOCEERJ, instituição responsável pela vinda de Jim Tucker ao Brasil no próximo dia 08 de dezembro de 2014.

1) AEB –  O que é a SOCEERJ?

Wagner de Assis – Uma sociedade de estudos que nasce da vontade de buscar aprendizado junto a profissionais de diversas áreas do conhecimento humano acerca das questões espirituais. É uma ação sem fins lucrativos que visa promover encontros trimestrais com essas pessoas e manter, diariamente, através de um portal na internet, a troca de conhecimento entre seus participantes. Os temas irão variar sempre dentro das realidades espirituais.

2) AEB – Como surgiu a ideia de trazer Jim Tucker ao Brasil? 

Wagner de Assis – O Doutor Jim é um especialista num assunto absolutamente relevante quando se fala de espiritualidade. Suas pesquisas sobre reencarnação, dando prosseguimento ao trabalho pioneiro de Ian Stevenson, abrem portas para o tema que é um dos mais antigos da humanidade.

3) AEB – Qual o perfil do público esperado para o evento?

Wagner de Assis –Todas as pessoas que se interessarem, de alguma forma, por questões relacionadas à espiritualidade.

4) AEB – O que esperar da palestra de Jim Tucker? Que temas serão tratados?

Wagner de Assis – Ele apresenta casos de crianças cujas lembranças de vidas passadas foram comprovadas in loco pelos pesquisadores – seguindo a métodos rígidos de conduta, como o pré-requisito de não haver nenhum tipo de contato entre a criança e os fatos que ela menciona. Há, também, a questão das marcas de nascença e os insights que representam a presença dessa lembrança e que foram investigados. São milhares de casos catalogados em mais de 30 anos de pesquisa e o próprio Jim conhece alguns no Brasil.

5) AEB – A reencarnação, tema tipicamente religioso, encontrou albergue na Universidade da Virgínia, pelos trabalhos de Ian Stevenson e agora, de Jim Tucker. Existe uma perspectiva dessa aproximação pesquisa científica e reencarnação assumir um grau crescente?

Wagner de Assis – Não devemos esquecer que o Espiritismo tem na ciência o seu nascedouro e deveria continuar assim sempre, como nos indica o próprio Kardec. Dessa forma, imaginamos que mais e mais cientistas mergulhem no tema e revelem ao mundo cético que há muito mais do que nossos sentidos podem supor.

6) AEB – Os estudos de Jim Tucker, afinados com os trabalhos de escritores clássicos, como Ian Stevenson, Brian Weiss, Hemendras Banerjee, e Helen Wambach, apontam para evidências incontestáveis da Reencarnação. Quais estudos têm sido conduzidos atualmente e que outras formas de provar a reencarnação tem sido utilizadas?

Wagner de Assis – Os estudos de Experiências de Quase Morte, por exemplo, são muito intensos em várias partes do mundo. Há, também, a condução de estudos com pacientes em coma, as transcomunicações instrumentais, desenvolvimento de pesquisas com as glândulas hipófise e pituitária, medições das energias etéreas do corpo, enfim, todos os “rios” levam ao “mar”.

7) AEB – O Dr. Jim Tucker aparece frequentemente na TV, em programas de canais voltados a ciência. Como tem sido a recepção do público leigo desse tema?

Wagner de Assis – Nos Estados Unidos, as reações parecem sempre ser positivas. Ele promove reflexão e sempre uma lembrança que a família teve de alguma criança que, em tenra idade, demonstrou ter ainda janelas de lembranças de outras vidas.

8) AEB – Quais as principais percepções de Jim Tucker sobre a reencarnação e doenças congênitas?

Wagner de Assis – Estão diretamente ligadas em muitos casos – como as que se manifestam muito cedo nas crianças, por exemplo. Mas sabemos que é assim mesmo, o espírito traz com ele sua bagagem espiritual e isso se reflete no corpo encarnado. A percepção do Dr. Tucker sobre isso é evidência de sua pesquisa.

9) AEB – Que pesquisadores da reencarnação nessa linha identificamos no Brasil?

Wagner de Assis – Hermínio de Miranda é o nome mais forte. Hernani Guimarães Andrade também. Mas há muitos médicos das Associações Médico-Espírita que conduzem essas pesquisas, capitaneadas pela Dra Marlene Nobre, por exemplo.

10) AEB – A palestra é apenas para aqueles que creem na reencarnação ou é voltada também aos céticos?

Wagner de Assis – A palestra é para quem gosta de aprender e quer conhecer o que pessoas séries, idôneas e bem intencionadas estão fazendo a respeito das realidades que não podemos mudar e temos que aceitar.


Casos científicos de reencarnação (Fonte: http://soceerj.com/videos).

Equipe da Agenda Espírita Brasil
Colaborou também nesta entrevista, intermediando o contato entre a SOCEERJ e a Agenda Espírita Brasil, a jornalista Ana Paula Bonifácio.
Sentimo-nos muito honrados e agradecemos ao Wagner de Assis por aceitar a entrevista.

Imagem em destaque:
Disponível em <http://nhne-pulse.org/the-science-of-reincarnation/>. Acesso em: 30NOV2014.

Márcio Costa
Márcio Costa

Membro do Conselho Editorial da Agenda Espírita Brasil, atua na divulgação da Doutrina Espírita escrevendo textos e realizando palestras.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue o cartaz do seu evento espírita.

Clique aqui