Página InicialTextos EspíritasEspiritualidade em comportamento de crise

221 visualizações

Espiritualidade em comportamento de crise

julho 20, 2019

Então disseram os fariseus entre si:
vede que nada é proveitoso!
Eis que o mundo vai atrás dele (1)

As anotações contidas no capítulo 12 do versículo 19 do Evangelho de João nos traz o diálogo dos fariseus sobre a infrutífera armadilha de prender Jesus, que dias antes houvera ressuscitado Lázaro, o amigo de Betânia.  Lidar com a verdade e a superação não é tarefa fácil ao homem contemporâneo, arraigado ao materialismo e ao imediatismo da vida terrestre.

Vivemos em tempos de crises sob o guante do conflito existencial, da subversão de valores éticos, das deficiências morais. Em face disso, é flagrante a incapacidade humana de lidar com os desafios das experiências do cotidiano. Nos escandalizamos com o comportamento dos outros, ficamos assombrados com a liberdade do próximo, discordamos dos propósitos de muitos e quase sempre nos iludimos com aquilo que diz respeito ao nosso eu.

Na verdade, todo crescimento é doloroso segundo explicação de Allan Kardec, contida em A Gênese: “(…) a Humanidade se transforma, como já se transformou noutras épocas, e cada transformação se assinala por uma crise que é, para o gênero humano, o que são, para os indivíduos, as crises de crescimento”.(2)

O homem atormentado, produto do século XXI, não se permite aquietar-se a fim de comprazer-se ante a beleza da vida. Entretanto, há silenciosas vitórias diárias e imensas conquistas no mundo íntimo daquele que desperta gradativamente para a sua realidade de espírito imortal que é. De tal modo que não tem faltado empenho do mundo espiritual a fim de oferecer luzes aos nossos dias. O comportamento de crise que agora se manifesta em abundância, demarca um período de grandes e profundas decisões.

A inteligência emocional há que se desenvolver a duros entraves, mas haveremos de lidar com as situações de crescimento.

A advertência do Cristo persiste ativo e altivo, conclamando os homens de boa vontade para a luta, que é e sempre será individual e intransferível, em qualquer plano da vida. O Evangelho do Cristo é o único roteiro infalível para nossa redenção. Talvez sigamos outros itinerários mais animados, festivos, longos ou sinuosos, porém, é da Lei divina que, enquanto não incorporarmos a vivência evangélica cristã no nosso comportamento não haverá equilíbrio e lucidez para o espírito imortal.

O pensamento do homem deve inundar-se de espiritualidade. Os avanços científicos e tecnológicos não podem eliminar a ideia de Deus, de imortalidade, de esperança e de fé racional do homem. Toda ciência que promove esse afastamento do divino é desumana em si mesma. A espiritualidade é o canal invisível que possibilita ao homem continuar sua trajetória ascensional.

Oportuna a reflexão de João para os dias atuais: “Vede que nada é proveitoso! Eis que o mundo vai atrás dele”, prossigamos, mesmo que em crises, buscando Jesus, o Cristo, para nossa real transformação.

Jane Maiolo

Referências:
(1) João 12:19; e
(2) KARDEC, Allan /A Gênese –  XVIII- São Chegados os Tempos.

Nota do editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em < https://www.shutterstock.com/pt/video/clip-10238744-man-looking-horizon-sunset>. Acesso em: 20JUL19.

Jane Maiolo
Jane Maiolo

Professora de Ensino Fundamental, formada em Letras e pós-graduada em Psicopedagogia. Dirigente da USE Intermunicipal de Jales. Colaboradora da Sociedade Espírita Allan Kardec de Jales. Pesquisadora do Evangelho de Jesus. Colaboradora da Agenda Espírita Brasil. Apresentadora do Programa Sementes do Evangelho da Rede Amigo Espírita.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como