Página InicialTextos EspíritasO que te parece?

22 visualizações

O que te parece?

agosto 31, 2021

O cenário social atual, conflituoso e frágil é o reflexo de quão perturbada e confundida em seus valores se encontra a criatura humana.

Os olhares rasos expedem opiniões e sentenças sobre pessoas e acontecimentos, alimentam-se de informações veiculadas de má fé ou por pura ignorância e usam como base para afirmarem, o caso é evidente, só não vê quem não quer, dando muita vez, espetáculos de profunda ignorância.

Interessante ponderar que é através da bagagem intelecto moral que o homem entrevê a realidade. Estagiando por muito tempo nas preferências negativas, dando pasto às suas paixões nas muitas vidas que se sucederam, retorna ao corpo com insuficiente maturidade e sem uma percepção mais justa para as várias experiências a que é convidado viver, tendo dificuldade para entender a realidade daquilo que lhe acontece na esfera pessoal e coletiva.

O mestre dos mestres, Jesus, que tinha olhos de ver e pureza de sentimentos, que tinha capacidade de sondar em profundidade a natureza humana, não julgou, não condenou e nem fez definições superficiais sobre qualquer assunto ou sobre as pessoas, disse Ele à mulher equivocada: “Nem eu também te condenovai-te, e não peques mais” (1); vendo-lhe a alma aflita, amou-a e deu-lhe a oportunidade de refletir sobre a sua realidade e de se inteirar da grande responsabilidade que tinha sobre a sua própria vida, já os hipócritas, como Ele mesmo definiu, os fariseus, esses sim, julgavam e condenavam até à morte, porque tinham percepção tacanha das coisas.

Para desenvolver a sensibilidade ideal e ampliar a sua percepção ensinou Jesus que o homem deve amar, assim contribuirá mais com tudo e com todos, perceberá a realidade dos seus irmãos e a sua própria. Quando propôs, “ama ao próximo como a ti mesmo” mostrou-nos o quanto é importante nos colocarmos no lugar do outro, de percebermos suas necessidades tanto quanto gostaríamos que fossem percebidas as nossas. Ele dignou-se olhar para todos, falou com os homens importantes e com os simples e rejeitados, e por onde passou não deixou censuras, mas orientação, esparziu o doce perfume do Seu amor que é sentido até hoje pelas almas de boa vontade, motivando-as ao bem que fazem e que tanto nos encanta.

A capacidade de ajudar sem pedir contas, de acolher sem achar isso ou aquilo, de socorrer sem esperar nada em troca, de contribuir sem atirar pedras seja nas pessoas ou nas instituições é próprio das almas grandes, daquelas que realmente percebem a realidade e tudo fazem belo bem comum, os demais são pseudossábios que povoam o mundo físico e o espiritual, atravancando o caminho daqueles que caem nas suas redes de intrigas por afinidade.

O que te parece? Pense bem, as coisas podem não ser exatamente como se imagina e se vê, e se for, a decisão acertada é sempre a de promover a paz e espalhar o bem.

Contribuir sempre, a fim de iluminar os olhos da alma.

Adelvair David

Referência:
(1) João 8:11.

Nota do editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://versiculoscomentados.com.br/estudos-biblicos/por-que-jesus-disse-va-e-nao-peque-mais-se-isso-e-impossivel/>. Acesso em: 31AGO21.

Adelvair David
Adelvair David

Dirigente, Trabalhador e Orador Espírita no Grupo Espírita Beneficente "Maria Dolores", na Cidade de Jales, interior de SP.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como