Página InicialTextos EspíritasReflexões – O foco.

123 visualizações

Reflexões – O foco.

janeiro 30, 2022

Um dos grandes desafios dos dias em que vivemos é o de manter o foco.

O mundo da tecnologia é também o da perda de tempo, da inutilidade das horas, que ao serem empregadas sem um foco real não leva a lugar algum.

Os atrativos chegam, o progresso em todas as áreas da comunicação e da imagem é uma realidade cada vez mais progressiva e necessária para tornar a vida mais dinâmica, para que o tempo seja melhor aproveitado e para que o conhecimento se dissemine de forma mais efetiva, porém, junto com tudo isto chega também as distrações maléficas, aquelas que em hora errada e sem objetivo algum nos tiram do mundo real para nos mergulhar em um mundo imaginário, mundo do verdadeiro nada, que além de nada oferecer vai aos poucos matando a nossa criatividade e os interesses necessários pela vida como um todo deixando-nos focados muita vez em uma experiência digital, virtual, viciante e cheia de atrativos para ativar apenas sensações mais grosseiras.

O grande desafio humano é o do foco produtivo, onde até o lazer tem um objetivo, o de descansar, de alegrar-se, de sair da rotina, de renovar forças, de relaxar e muito mais, porém, os vícios de toda ordem, especialmente o da tecnologia vazia faz atrofiar todo poder que temos de construir muitas coisas em nossas vidas, focando-nos na escuridão. Asseverou Jesus, o divino amigo, “tratai de juntar tesouros no céu”, mas nos informando que o reino dos céus está dentro de nós, que é um estado de alma, de progresso, de elevação moral e intelectual conforme nos informam os espíritos venerandos, então, devemos nos dedicar a amealhar os tesouros da instrução e do saber desse mundo, mas também às coisas do espírito eterno que somos.

A vigilância é um grande aliado para se evitar o mal e a caridade das ações generosas e amorosas, sem se esperar qualquer recompensa dá polimento moral à alma, nos enche de valores nobres permitindo-nos experimentar desde já a paz, a tranquilidade íntima e a manter um coração idealista que quer crescer materialmente, intelectualmente, mas também espiritualmente, que respeita seus irmãos, que não quer apenas se dar bem, mas propiciar o bem. Deus quer que sejamos felizes, mas o dever de construir a felicidade é nosso, temos liberdade de agir e o evangelho de Jesus é o nosso roteiro infalível para não perdermos tempo sem foco na existência que passa muito rápido.

Qual o foco então? Certamente é o de construirmos um estado de alma nobre com sentimentos elevados. Perder tempo somente com aquilo que é transitório é adiar a própria felicidade e construir muitos dissabores para o futuro.

AFIRMAM OS ESPÍRITOS NOBRES, SOIS ARTÍFICES DO VOSSO PRÓPRIO DESTINO.

Adelvair David

Nota do Editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://www.vix.com/pt/ciencia/550230/girassol-realmente-gira-para-encontrar-o-sol-como-movimento-e-possivel>. Acesso em: 30JAN2022.

Adelvair David
Adelvair David

Dirigente, Trabalhador e Orador Espírita no Grupo Espírita Beneficente "Maria Dolores", na Cidade de Jales, interior de SP.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como