Página InicialTextos EspíritasReflexões – Fragilidades

59 visualizações

Reflexões – Fragilidades

março 30, 2022

                        Por vós darei minha própria vida.(1)

A afirmar a Jesus a respeito da sua fidelidade, não percebia Pedro que a fragilidade humana é ainda um enorme desafio, e que pode haver uma grande distância entre o que verdadeiramente desejamos e o que realmente fazemos.

Na sua grandeza e suprema sabedoria Jesus compreendeu o discípulo querido, mas alertou-lhe dizendo que naquela mesma noite, antes que o galo cantasse pela terceira vez ele o negaria, estava Jesus menosprezando o esforço do amigo? Compreendemos que não, Ele com o seu olhar translúcido via-lhe a sua alma e todas as fraquezas e temores que lá habitavam, como vê a alma de cada um de nós, e nem por isso amou menos a Pedro ou nos ama menos.

Todos os habitantes deste mundo possuem imperfeições e fragilidades. As primeiras podemos vencê-las, diminuí-las nos esforçando sinceramente para nos corrigirmos dos nossos defeitos, desejando mesmo nos tornamos uma pessoa melhor, as segundas são incapacidades nossas para enfrentamentos de toda ordem em algum nível, é certo que doenças e problemas em geral ainda nos aturdem, podendo ser mais fáceis para uns que para outros, mas todos possuímos limitações emocionais para os desafios da vida.

Em relação a estas fragilidades emocionais que nos angustiam, necessário que aos poucos construamos um estado de alma mais apropriado à nossa natureza de filhos de Deus, que recordemos todos os dias que não estamos sozinhos na caminhada e que além dos amigos e dos irmãos temos o venerando Senhor Jesus a nos guiar os passos. Necessário prestarmos atenção para não permitirmos que o mal, o pessimismo, o derrotismo, a ambição desmedida e os maus pensamentos venham a nos enfraquecer, necessário ainda que façamos o bem no limite das nossas forças, não apenas que evitemos o mal2. Se nos lembrarmos daqueles momentos graves de Jesus, Ele estava próximo de passar pelo seu martírio e ainda encorajou os seus discípulos a não desistirem, a não temerem, não disse que não teriam dificuldades, mas pediu que confiassem, que cressem em Deus e Nele 3, o convite continua.

Essa confiança traz a esperança e a prática do bem diminui a apatia, nos fortalece para as lutas, traz perseverança e nos ajudam a vencer um dia após o outro seguindo na direção da nossa verdadeira libertação, a espiritual que carregaremos conosco estejamos onde estivermos, no mundo espiritual ou novamente no corpo, ela é fruto de nossas conquistas e sempre serão a nossa fortaleza.

O amor é a luz dos nossos olhos espirituais conferindo alegria de viver e paz, então amemos para sermos mais fortes.

AMA!

Adelvair David

Referências:
(1) João 13:37;
(2) Questão 642, O Livro dos Espíritos; e
(3) João 14:1.

Nota do editor:
Imagem ilustrativa e em destaque disponível em <https://www.mensagemespirita.com.br/md/ad/seja-a-luz-do-amor-a-forca-para-prosseguirmos>. Acesso em: 30MAR2022.

Adelvair David
Adelvair David

Dirigente, Trabalhador e Orador Espírita no Grupo Espírita Beneficente "Maria Dolores", na Cidade de Jales, interior de SP.

Deixe aqui seu comentário:

Divulgue seu evento conosco.
É rápido, fácil e totalmente gratuito!

+ Clique e saiba como